Segredos de Família - Kim Edwards





Título Original: The Memory Keeper’s Daughter

Editora: Civilização Editora

Páginas: 414

Classificação: 0/5 – Desisti






Sinopse
A história deste romance notável começa numa noite de Inverno de 1964, quando uma tempestade de neve obriga o Dr. David Henry a fazer o parto dos seus filhos gémeos. O filho, o primogénito, é perfeitamente saudável, mas David apercebe-se de imediato de que a filha é portadora de síndrome de Down. Convencido de que está a fazer o correcto, David toma a decisão precipitada que irá ensombrar as suas vidas para sempre. Peda a Caroline, a enfermeira, que leve a bebé para uma instituição, mas ela acaba por fugir para outra cidade, onde irá criar a bebé como sua própria filha.

Opinião
Sempre achei as capas dos livros desta escritora muito apelativos, e as opiniões muito favoráveis que tenho lido em vários blogs sempre me deixaram com vontade de os ler. A juntar esse facto à descoberta de uma promoção da Bertrand dum conjunto de dois livros da Kim Edwards a um preço muito apetecível, acabei por comprá-los. Posso dizer que foi uma péssima ideia.
Li imensas opiniões que diziam que a escrita não era muito fluente mas que conseguia agarrar o leitor, deixando-o sempre com vontade de ler mais e mais. Não me aconteceu isso. Eu não gosto de desistir a meio dos livros e, acreditem, eu esforcei-me para o ler até ao fim, mas não foi possível. Sempre que pegava no livro pensava que tinha outros muito mais apelativos em casa para ler! Por isso deixei-o de lado.
Agora vou tentar explicar melhor as minhas razões para chegar a esta decisão. Como já mencionei a escrita não me agarrou e, apesar de achar o tema da história extremamente interessante, deu-me a sensação que a história evoluía muito devagar. Eu estava sempre há espera que a história desse “um pulo para a frente”, mas esta continuava numa narração muito lenta e contínua.
A história é bem dramática, e as personagens estão muito bem construídas, extremamente reais, repletas de dilemas muito complexos e reais que são capazes de devorar a felicidade de uma pessoa. Esta é uma característica que me deixou com pena de ter largado o livro. Gostava de saber como é que as personagens lidaram com os problemas, e como é que lidaram com o sofrimento e a culpa presentes nalguns inconscientes.
Enfim, por um lado tenho pena de não ter lido o livro todo, mas por outro foi o melhor a fazer. E tenho na minha estante outro livro da escritora que fazia parte da tal promoção. Não vou desistir da escritora e daqui a algum tempo vou ler o outro título. Espero que me surpreenda!
Previous
Next Post »

Mensagens populares