O Mago - Mestre - Raymond E. Feist [Opinião]



Título Original: Magician: Master
Tradutor: Cristina Correia
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 414
Classificação: 2/5 – Mais ou menos…





Sinopse
A paz é já uma memória esbatida para os povos de Midkemia. A guerra continua, mas Pug e Tomas seguem rumos diferentes. Tomas herda um legado de grande poder oriundo de uma civilização antiga. Mas uma luta interna leva-o a duvidar sobre qual deverá ser o seu destino. Por outro lado Pug, após ter sido capturado, é levado para as exóticas terras de Kelewan e irá aprender a dominar a dualidade do seu enorme poder. Pug é agora Milamber. E terá que enfrentar um inimigo mais antigo do que o próprio tempo. Entretanto, o Reino estremece com a ascensºao de Guy de Bas-Tyra e tem início uma nova disputa pelo trono.

Opinião
Este livro desiludiu-me. Li o primeiro da saga e, apesar de não achar um livro esplêndido, era uma saga com potencial para se colocar no meu top de sagas de fantasia. Este livro, apesar de ter uma temática interessante e uma ideia bastante original, não foi desenvolvido como poderia ter sido.

Um livro com duas personagens principais fortes, passada em dois mundos com culturas e ideias diferentes, magia, guerra, trama político e algum romance. Elementos essenciais para um excelente livro de fantasia mas, infelizmente, não gostei do livro. A escrita é agradável, mas não me conseguia agarrar – os diálogos eram forçados e não contribuíam para o desenrolar da acção. Por vezes, eram maçadores e previsíveis. A acção decorre de forma não muito linear, visto que a história deste livro é passada durante 9 anos e eu fiquei sem perceber como é que passaram tantos anos, e o que as personagens fizeram neste espaço de tempo. Estranho não é? Algo que também achei estranho foi o título dado pelo autor - O Mago. Pois bem, a personagem principal é, de facto, um mago. Mas é um mago muito especial, visto que é considerado um dos magos mais fortes do universo e só faz magia em duas ocasiões no livro. O autor fala do seu treino, das dificuldades de inserção da personagem no novo mundo, mas da magia fiquei a saber muito pouco. Pessoalmente, achei decepcionante. Um livro em que o título está associado à magia, poderia ter sido mais desenvolvida.
De resto, a história é original. O “mundo paralelo” está bem construído e o autor teve o cuidado de criar uma cultura muito própria, com hierarquias bastante complexas e personagens de todos os extractos sociais. Existem vários tipos de personagens, desde elfos, humanos, anões, dragões e povos já há muito desaparecidos.

Concluindo, vou dar a saga por terminada. E, definitivamente, não me vou guiar pelas letras garrafais que existem na capa. Na capa deste livro está a seguinte frase: “Considerado por muitos leitores do fantástico como o melhor livro de sempre.” Talvez haja pessoas que o considerem o melhor livro de sempre….não é o meu caso.
Previous
Next Post »

6 comentários

Write comentários
Chaise Longue
AUTHOR
4 de abril de 2013 às 17:25 delete

Nunca percebi como é que podem classificar esta série como "o melhor livro da fantasia de sempre"... para mim é das coisas mais fracas que já li em Fantasia =(

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
4 de abril de 2013 às 17:42 delete

Apoio-te! Sabes que quando li o primeiro livro fiquei curiosa...a parte seguinte podia ser fenomenal! A ideia do autor é muito boa...mas foi tão mal aproveitada :(
Enfim..gosto especialmente do protagonista ser um dos magos mais fortes e só fazer magia duas vezes. Muito bom, não é? :s

Reply
avatar
Chaise Longue
AUTHOR
4 de abril de 2013 às 18:29 delete

Eu sei mas já percebi que não melhora mesmo =s
Essa então é genial -.-'

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
4 de abril de 2013 às 18:31 delete

Ya....enfim....
Melhores livros virão :p

Reply
avatar
Fiacha
AUTHOR
6 de abril de 2013 às 12:54 delete

Olá Kel,

Fazes mal, quanto a mim o melhor está para vir, quer a nível de enredo quer a nível de personagens em especial um larápio de nome Jimmy.

O primero volume, sim porque apenas leste o 1º volume da trilogia na sua versão original não tem nada a ver com o que ai vem, alias fácil questiona-te porque é que este escritor de fantasia continua a ser publicado, ainda mais forte que a Bishop, Robin Hobb e muitos outros, por ai vez que é porque tem muitos leitores e é bom.

Mas pronto é uma opinião que claro vale o que vale ;)

Bjs

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
23 de abril de 2013 às 20:00 delete

Oi Fiacha,
Obrigada pela tua opinião. Mas quando um livro não me motiva, mesmo que o que venha a seguir seja fantástico, não consigo forçar. Já tenho tanto para ler..prefiro focar-me noutras leituras que tenho em atraso.
E ainda nem acabei a saga da Robin Hobb..
Beijinhos e boas leituras

Reply
avatar

Mensagens populares