A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón [Opinião]


Título Original: El cementerio de los libros olvidados
Tradutor: J. Teixeira de Aguilar
Editora: BIS
Páginas: 528
Classificação: 5/5






Sinopse
“A Sombra do Vento” é um mistério literário passado na Barcelona da primeira metade do século XX, desde os últimos esplendores do Modernismo até às trevas do pós-guerra. Um inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, num crescendo de suspense que se mantém até à última página.
Numa manhã de 1945, um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso, oculto no coração da cidade velha: O Cemitério dos Livros Esquecidos. Aí Daniel Sempere encontra um livro maldito que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura de Barcelona. Juntando as técnicas do relato de intriga  e suspense, o romance histórico e a comédia de costumes, “A Sombra do Vento” é sobretudo uma trágica história de amor cujo eco se projecta através do tempo.

Opinião
Um livro que começa de uma forma muito promissora para qualquer amante de livros – Daniel entra numa biblioteca secreta, o Cemitério dos Livros Esquecidos, e leva consigo um livro que será a sua sorte e a sua predição, “A Sombra do Vento” de Julian Carax.
Para Daniel, ler esse livro foi como se um mundo se abrisse aos seus pés, querendo descobrir mais sobre o autor e sobre os seus livros. Mas não há mais nenhum livro do autor no mercado, e a sua vida está envolta em mistério. Daniel tenta descobrir o que realmente aconteceu a Julian, e a sua curiosidade leva-o a conhecer outros universos sociais que não conhecia e vivências familiares rocambolescas, culminando num desfeche surpreendente, aterrador e perturbante. Esta procura leva Daniel a contactar com uma série de personagens, uma delas é o Firmino: uma personagem renegada pelo mundo, com um passado obscuro, que mostra a Daniel de que é feito o mundo e as pessoas que o povoam.

Além de toda a acção, suspense e mistério presentes no livro, o amor é um dos ingredientes principais. Mesmo quando o leitor não está à espera há um romance à mistura, uma história de amor mal explicada.
Uma história espantosa, com personagens muito ricas e bens construídas, nas quais o autor consegue mostrar as várias relações entre níveis sociais opostos, a situação política que decorre em Espanha (guerra civil) e as guerras familiares que muitas vezes assombram inúmeras gerações.
Uma escrita extremamente agradável, poética, em que o leitor consegue sentir as nuances de escrita a entrarem pouco e pouco no seu inconsciente, fazendo-nos querer cada vez mais.


Um livro único, que consegue alienar o suspense, o romance, a acção e a fantasia, numa escrita poética e muito bem cuidada, que agarra o leitor da primeira à última página. Além destas características, o escritor consegue manter o suspense até ao final do livro, em que o leitor nunca sabe o que poderá acontecer, e o quais são realmente os caminhos que se seguirão para o nosso protagonista pisar. 
Previous
Next Post »

6 comentários

Write comentários
Mónica Silva
AUTHOR
23 de junho de 2013 às 12:31 delete

Gostei bastante deste livro, é deliciosamente poético, ao mesmo tempo que prende o leitor até à última página! Muito bom :)

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
23 de junho de 2013 às 16:03 delete

Também achei! :)
Já tenho cá em casa o Marina do mesmo autor. Dizem que é muito bonito :p

Reply
avatar
Denise
AUTHOR
23 de junho de 2013 às 16:58 delete

Olá :) «A Sombra do Vento» é realmente um livro com uma história muito interessante. Também gostei muito. «Marina» é considerado pelo autor como um dos seus livros mais imaturos, e de facto é notória a diferença entre ambos os livros. Apesar disso, «Marina» é um livro onde se reconhecem (bem!) os traços originais de Záfon proporcionando aqueles bons momentos de leitura. Espero que gostes ;) **

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
23 de junho de 2013 às 17:14 delete

Olá Denise.
Vou ler o "Marina" mas vai ser daqui a algum tempo..tenho outros livros na pilha para ler que estão à frente :p
Obrigada pela tua opinião. Não sabia que o autor considera o "Marina" como um livro mais imaturo. Assim irei começar a leitura desse livro com outras expectativas :)
Beijinhos e boas leituras

Reply
avatar
Filipa M.
AUTHOR
23 de junho de 2013 às 18:48 delete

Eu simplesmente amei este livro! :D

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
23 de junho de 2013 às 19:00 delete

Olá Filipa.
É fácil perceber porque amaste este livro. É mesmo um livro memorável :)

Reply
avatar

Mensagens populares