[Opinião] Frankenstein - Mary Shelley





Título Original: Frankenstein
Tradução: João Costa
Editora: BIS
Páginas: 240
Classificação: 5/5




Sinopse
Frankenstein conta a história de Victor Frankenstein, um jovem estudante, que a partir de corpos de seres humanos que obtinha em cemitérios e hospitais consegue dar vida a um monstro que se revolta contra a sua triste condição e persegue o seu criador até à morte.

Opinião
Este é um dos clássicos que eu tinha na minha Wishlist há muito tempo. Publicado pela primeira vez em 1818, é considerado por muitos o primeiro livro de ficção científica da história. E, segundo a wikipédia (que não é muito fiável), este livro é considerado pelo Stephen King um dos três grandes clássicos de terror, juntamente com o Drácula de Bram Stoker e o Estranho Caso de Dr. Jekyll e Mr. Hyde de Robert Stevenson.
Frankestein não é um simples livro de ficção científica ou de terror, é muito mais que isso. É um livro que fala sobre os seres humanos, o que nos torna bons ou maus, e de que forma é que as nossas piores decisões nos podem assombrar para sempre.

Frankestein, um jovem cientista, criou uma criatura horrenda que, apesar do seu tenebroso aspecto, tinha uma alma pura e inocente. Esta criatura era escorraçada por tudo e todos devido ao seu aspecto, nunca podendo demonstrar o que ele realmente era. Acabou por ter de se esconder, vivendo durante várias meses observando uma família – o seu quotidiano, os seus afazeres, os seus sentimentos. Durante este tempo percebeu o que era o amor, a felicidade, a amizade, o carinho mas, quando tenta estabelecer contacto com aquela família é ameaçado de morte, sentindo agora todos os sentimentos negativos do ser humano – a raiva, o ódio, a solidão, o repúdio. Depois destas vivências, o seu ódio passa a ser direccionado contra o seu criador.
Frankenstein queria tornar-se num cientista famoso, queria ser conhecido por ter realizado algo significativo. E essa busca, levou-o a criar este ser. Só depois de ter investido tanto de si próprio, é que se apercebe que chegou longe de mais, e que este pesadelo irá atormenta-lo até ao final dos seus dias.
No fundo, este livro demonstra um dos princípios de um dos grandes filósofos do século XVIII, Jean-Jacques Rousseau – “Um homem é bom por Natureza, a sociedade é que o corrompe”. Uma criatura boa, mas com um aspecto horrível, foi tão mal tratada pela sociedade que se tornou extremamente maléfica. Demonstrando também que não nos devemos guiar pelas aparências – estas nunca conseguem mostrar a índole de uma pessoa.

Este livro foi publicado com um subtítulo – Moderno Prometeu, que remete para a figura da mitologia grega Prometeu, que roubou o fogo aos deuses, sendo depois castigado por eles. É assim feita uma analogia a Frankenstein – ele tentou fazer de Deus, e depois foi castigado da pior maneira possível. Não irei contar para o caso de quererem ler o livro.

Uma história extremamente bem elaborada, com duas personagens fantásticas, que mostram o piore o melhor do ser humano.
Um excelente livro a todos os níveis.

Previous
Next Post »

7 comentários

Write comentários
Denise
AUTHOR
31 de março de 2015 às 09:34 delete

Quero tanto, tanto ler esse livro!

Reply
avatar
Tânia G.
AUTHOR
31 de março de 2015 às 11:35 delete

Olá,
Nunca li o livro mas parece ser interessante. Conheço a história mas nunca me interessei pelo livro porque sempre me pareceu demasiado horrível a ideia de dar vida a um morto.
Beijinhos

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
31 de março de 2015 às 21:05 delete

Oh Denise....tens de o ler! Vale mesmo a pena :D

Olá Tânia,
De facto, a história é bastante horripilante, mas é muito interessante.

Beijinhos e boas leituras

Reply
avatar
Jo
AUTHOR
7 de abril de 2015 às 03:04 delete

Não sabia que este livro existia nestas edições :)

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
20 de abril de 2015 às 23:49 delete

Existe Jo! Acho estas edições muito acessíveis e muito práticas...dá para andar com um livro na carteira sem pesar muito! :)

Reply
avatar
J.
AUTHOR
23 de abril de 2015 às 12:48 delete

Nem mais, dos melhores clássicos que já li e não precisa de ter mais de 200 páginas para isso :p

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
23 de abril de 2015 às 15:58 delete

Muito bem dito J.!! Concordo plenamente contigo :D

Reply
avatar

Mensagens populares